Primeira Compra Livresca da Temporada

30 out

Acho que todo universitário já passou por isso: você estuda determinado tema e praticamente todos os textos fazem referência a determinado livro. Naturalmente, você vai atrás do dito cujo e…


Bem, a minha história tinha parado por aí. A tradução brasileira, vim descobrir recentemente, é…péssima. Do tipo que complica algo razoavelmente simples e o torna praticamente ininteligível. Então, para a monografia, eu li o estritamente necessário e compreendi o mínimo que o português me oferecia, tanto que, no final das contas, o texto quase não aparece na versão final da monografia. Apesar de ter um trecho que resolveria metade dos meus problemas naquela época.

Retomando os estudos agora, com quem eu me deparo? Então, foi a hora de respirar fundo e correr atrás de uma outra edição. No caso, a francesa. Mas não achei nenhum exemplar novo, e o preço de capa é bem salgadinho, então o jeito foi apelar para um livre d’occasion. O bom e velho “livro usado”.

Só que por aqui eles não são vendidos só em sebos. Duas livrarias bem grandes e centrais oferecem essa opção. Em fevereiro, tinha completado minha coleção de Les rois maudits (Os reis malditos) pela metade do preço de capa, por exemplo. Então, fui até a Gibert Jeune, subi até o segundo andar e…


 

Considerando que o livro já foi lido e tem praticamente a minha idade (a edição é de 1989), eu diria que está em ótimo estado! Economizei uns 12 euros e ainda aproveitei para dar uma voltinha.

Anúncios

3 Respostas to “Primeira Compra Livresca da Temporada”

  1. Caio Ferreira 30 outubro 2011 às 22:17 #

    Está em um estado melhor do que o de muitos livros novos…

  2. Eduardo Carvalho 31 outubro 2011 às 21:59 #

    O livro parace estar perfeito. e julgando pela foto que vc colocou (com o livro quase fechado) você pretende que ele permaneça deste jeito. 🙂

    Beijos
    Edu

    • Juliana 31 outubro 2011 às 23:21 #

      Pois é… O triste é que, como é livro de estudo, o certo seria marcar, marcar e marcar. Chego a ter pena de sublinhar/escrever em um livro que resistiu 22 anos sem uma marquinha só!

      Beijinhos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: